quarta-feira, 3 de março de 2010

fuccia

eu sei que pode ser de menina mimada o ter um carro novo. não em segunda mão, não do pai, da mãe ou do tio afastado. novo! mas sabe bem. e sei que daqui a uns anos ainda vou agradecer ao meu pai pela prendinha, modéstia à parte. nunca experimentei nenhum aparelho tão grande novinho em folha e a sensação de ter uma coisa minha e só minha, que dura, pelo menos 8 a 10 anos, é óptimo. a estima e o valor ultrapassam quaisquer preocupações - momentâneas. claro que, ataques de pânico também são frequentes: não feches a porta com tanta força, limpem os pés antes de entrar, ordinários que fazem rés-vés, levar 15 minutos a estacionar na garagem suicida do prédio para ter a certeza que não raspa. sabe bem. espero que possam ter também essa experiência e que a partilhem. e também me vão agradecer um dia.

:)


eu sei, a imagem é terrível!

3 comentários:

  1. o veículo é um amor. não o aproximes da garagem do el corte ingles, que tem uma descida que devia ser proibida de tão apertada!!

    ResponderEliminar